Balcão do empreendedor

Realização de saldos - comunicação

Informação geral
(No caso de a entidade competente ser uma câmara municipal, por favor consulte a informação relativa à localidade pretendida, selecionando-a no mapa dos municípios.)

Qual a finalidade?

 

Este serviço permite efetuar a comunicação de realização de saldos.



Entidades Competentes/Contactos


  • Autoridade de Segurança Alimentar e Económica

    Rua Rodrigo da Fonseca, nº 73
    1269-274 Lisboa


    Telefone: 217 983 600
    Fax: 217 983 654
    E-mail: correio.asae@asae.pt



Procedimento



O próprio, o representante ou o sócio-gerente do operador económico, deve submeter uma comunicação de realização de saldos, com uma antecedência mínima de cinco dias úteis, através deste Portal <<e.Portugal>>, da qual deve constar, nomeadamente a seguinte informação:
a) A identificação e domicílio do comerciante ou da sede da empresa;
b) A morada do estabelecimento e, caso se realizem vendas à distância, o endereço eletrónico da página (URL);
c) Número de identificação fiscal;
d) Indicação da data de início e fim do período de saldos em causa.

 




Prazo de emissão/decisão

 

Não existe prazo para decisão, atendendo a que este procedimento corresponde a uma mera comunicação obrigatória, que tem que cumprir o prazo legal de antecedência mínima da mesma (cinco dias úteis).




Documentos

 

Não aplicável.



Através da internet

PMC.aspx?FormID=7f2d7bb5-46d4-461a-a913-3724533ba8b5


No local/por correspondência



 




Custo estimado

 

Gratuito (sem custo associado)




Validade

 

A venda em saldos pode realizar-se em qualquer período do ano, desde que não ultrapasse, no seu conjunto, a duração de 124 dias por ano.




Legislação

 

As práticas comerciais com redução de preço são reguladas pelo Decreto-Lei nº 70/2007, de 26 de março - “Lei dos Saldos, Promoções e Liquidações”-, com as mais recentes alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 109/2019, de 14 de agosto, retificado pela Declaração de Retificação n.º 38/2019, de 21 de agosto.




Motivos de recusa

Não aplicável.


O operador económico tem que cumprir o prazo legal de antecedência mínima de comunicação (cinco dias úteis).




Meios de impugnação/Queixa ao Provedor de Justiça

Não aplicável




Critérios e obrigações

 
Não será considerada qualquer outra forma de comunicação, distinta deste serviço a efetuar neste e_Portugal, incorrendo o operador económico em infração à regulamentação aplicável, caso realize vendas em saldos ou liquidações, incumprindo esta obrigação com a antecedência prevista na legislação.

A fiscalização do cumprimento da legislação das vendas com redução de preço e a instrução dos processos de contraordenação são da competência da ASAE.