Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho

Informações e possibilidade de realizar online o pedido de subsídio para assistência a filho.

Aviso

As informações sobre atendimento ao público poderão estar desatualizadas face ao estado atual do país.
Confirme a informação atualizada a partir da página COVID-19 (novo coronavírus): informações sobre serviços públicos.

Saiba onde pode realizar o serviço e quais as vantagens de cada canal

Obter Agora
  • Sem filas
  • Gratuito
  • No prazo de seis meses a contar do primeiro dia de impedimento para o trabalho
Obter no Local
  • Balcões de atendimento da Segurança Social ou Balcões das Lojas de Cidadão
  • Gratuito
  • No prazo de seis meses a contar do primeiro dia de impedimento para o trabalho

Pesquise por um ponto de atendimento perto de si:

Quem pode Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

  • Trabalhadores por conta de outrem;
  • Beneficiários do regime do seguro social voluntário (bolseiros de investigação cientifica e trabalhadores em barcos de empresas estrangeiras);
  • Beneficiários em situação de pré-reforma integrados nos regimes geral dos trabalhadores por conta de outrem ou abrangidos pelo seguro social voluntário (bolseiros de investigação cientifica e trabalhadores em barcos de empresas estrangeiras).

Quando se pode Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

  • No prazo de seis meses a contar do primeiro dia de impedimento para o trabalho.

Onde se pode Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

Quais os documentos e requisitos para Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

Qual o Preço para Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

  • É gratuito. 

Como se pode Obter informações sobre o subsídio para assistência a filho?

É uma prestação em dinheiro atribuída ao pai ou à mãe, para prestar assistência imprescindível e inadiável a filho, por motivo de doença ou acidente, com a seguinte duração:

  • 30 dias seguidos ou interpolados, em cada ano civil, ou durante o período de internamento no caso de menor de 12 anos;
  • 15 dias seguidos ou interpolados, em cada ano civil, no caso de maior de 12 anos;
  • 30 dias seguidos ou interpolados, em cada ano civil, ou durante o período de internamento, no caso de filho portador de deficiência ou doença crónica, independentemente da idade.

Estes períodos são acrescidos de um dia por cada filho, além do primeiro.

No caso do filho ter mais de 18 anos, a atribuição do subsídio depende de este estar integrado no agregado familiar do beneficiário.

Este subsídio é atribuído desde que se verifiquem as seguintes condições:

  • Se o outro progenitor (pai ou mãe) trabalhar, não pedir o subsídio pelo mesmo motivo e estiver impossibilitado de prestar assistência;
  • Se o requerente tiver seis meses civis com registo de remunerações, no primeiro dia de impedimento para o trabalho (prazo de garantia). Para a contagem dos seis meses, consideram-se os períodos de registo de remunerações noutros regimes de proteção social, nacionais ou estrangeiros, que abranjam esta modalidade de proteção, incluindo o da função pública;
  • Se o requerente tiver gozado as respetivas licenças, previstas no Código do Trabalho, no caso dos trabalhadores por conta de outrem, ou períodos equivalentes nos restantes casos.

Entidade responsável por este serviço

Eventos de vida relacionados