Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde

Informações e formulário para a realização do registo de fertilização por cultura e parcela ou grupo de parcelas homogéneas.

Aviso

As informações sobre atendimento ao público poderão estar desatualizadas face ao estado atual do país.
Confirme a informação atualizada a partir da página COVID-19 (novo coronavírus): informações sobre serviços públicos.

Saiba onde pode realizar o serviço e quais as vantagens de cada canal

Obter Online
  • É necessário o sistema de identificação parcelar e os dados da exploração
  • Gratuito
  • Facilidade de uso pelo cálculo automático do nível de fertilização aplicado, em função da produção esperada e da fertilidade do solo
Obter no Local
  • Num balcão da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte
  • Gratuito
  • Dentro do horário de atendimento

Pesquise por um ponto de atendimento perto de si:

Quem pode Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

  • Qualquer cidadão ou empresa.

Quando se pode Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

  • A qualquer momento, dentro do horário de atendimento.

Onde se pode Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

Quais os documentos e requisitos para Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

Documentos e requisitos.

  • Nota: Para utilizar o modelo é necessário o sistema de identificação parcelar, ou “parcelário”, e os dados da exploração.

Formulário Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde (ZVEVC) - ficha de registo de fertilização.

Qual o Preço para Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

  • Gratuito.

Como se pode Obter informações sobre o registo de fertilização da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde?

A Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN) disponibiliza aos agricultores da Zona Vulnerável Esposende Vila do Conde (ZVEVC) um modelo informatizado com o objetivo de auxiliar o planeamento e o registo das fertilizações efetuadas nas diferentes culturas. As explorações localizadas em zonas vulneráveis com área de superfície agrícola útil (SAU) superior a 2,0 hectares, ou com área superior a 0,5 hectares quando se trate de culturas hortícolas, estão obrigadas a manter atualizado o registo das fertilizações efetuadas por parcela ou grupos de parcelas homogéneas.

O registo das fertilizações pode ser efetuado em suporte papel ou digital, no entanto haverá toda a vantagem em fazê-lo em suporte digital, tendo em conta a facilidade de uso acrescentada pelo cálculo automático do nível de fertilização aplicado, em função da produção esperada e da fertilidade do solo.

Os agricultores cujas explorações estejam localizadas fora da zona vulnerável poderão também fazer uso da mesma ferramenta, beneficiando de todas as vantagens de simplificação do cálculo das fertilizações que o modelo proporciona para a programação da fertilização das culturas.

Entidade responsável por este serviço